CONSCIENTIZAÇÃO e CIDADANIA

Atenção Ipu e regiões: Você conhece a CNH do Agricultor Familiar? Saiba o que é e como solicitar

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do Agricultor Familiar é um benefício oferecido pelo Governo do Ceará que contempla todos aqueles considerados agricultores familiares nos termos definidos pela Lei Federal nº 11.326 e que estejam devidamente identificados pela Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) – DAP. Os candidatos que se encaixem nestes pré-requisitos no Ceará, têm direito à isenção de taxas de prestação dos serviços públicos para expedição da 1ª carteira ou para efetuar a renovação do documento.
Para solicitar a isenção, os interessados devem efetuar a pré-inscrição no site do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará, através da Central de Serviços, na aba Habilitação (na parte superior da tela) e no link Carteira de Motorista para Agricultor Familiar (no menu à esquerda da tela). O primeiro cadastro é feito informando o CPF e preenchendo um formulário específico com dados pessoais, como a identificação de agricultor familiar cadastrado no Pronaf.

Depois, é necessário anexar alguns documentos digitalizados: documento de identificação com foto (RG ou CNH), CPF, Comprovante de endereço (atualizado dos últimos 3 meses), extrato e certidão da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). Caso seja anexada a CNH como documento de identificação com foto, não é preciso anexar o CPF.

Em seguida, o sistema emitirá um comprovante de inscrição. Uma vez recebido eletronicamente o requerimento, o Detran dará início à análise, contando com um prazo de até 30 dias para conferência e validação da isenção.

O beneficiário pode acompanhar o resultado do pedido com o número de inscrição, também no site do Detran. Caso seja concedido, o agricultor familiar tem um prazo de até 180 dias para procurar um posto regional do Detran e dar continuidade ao procedimento de primeira habilitação ou renovação. Se o pedido não for aceito, o interessado pode recorrer à Diretoria de Habilitação do Detran no prazo de até 15 dias, contatos do fim do prazo de conferências e validação do requerimento de isenção. Fonte: Aconteceu Ipu.

A terra só será boa, quando os homens se tornarem bons!

Enquanto prevalecer "com pouca farinha, meu pirão primeiro", os homens esquecendo dos outros, o "eu" em primeiro lugar, a solidariedade distante dos corações humanos, a caridade embarreirada pela venda nos olhos de quem tem um pouco mais...

Enquanto a matéria preponderar sobre o espírito, o ter for endeusado, o ser for esquecido e o fazer o bem não alcançar a bondade humana... os homens não se tornarão bons.



A imagem pode conter: texto

Acontecerá no auditório da Escola Profissional Antonio Tarcísio Aragão uma audiência pública para tratar sobre a biometria eleitoral obrigatória. A mesma será realizada no dia 26 de abril de 2019, às 14 horas.
O evento será presidido pelo Vice-presidente e Corregedor Regional Eleitoral do TRE-CE Desembargador Inácio de Alencar Cortez Neto. Na ocasião, espera-se a presença de autoridades dos municípios de Ipu e Pires Ferreira, ao qual estão vinculados a 21° Zona Eleitoral.
Salienta-se que os eleitores que não atenderem a convocação para a revisão biométrica obrigatória poderão ter como consequência o cancelamento do título eleitoral. O convite da audiência foi feito pelo Juiz Eleitoral da 21° Zona Eleitoral Dr Denys Karol Martins Santana.Fonte: IN.

A IMPRENSA NEM SEMPRE É IMPARCIAL

Muitas notícias divulgadas na imprensa não podem ser levadas a sério sem antes se fazer uma análise da estrutura profunda do texto, da fala ou da mídia utilizados, principalmente no que diz respeito a assuntos políticos.  
Devemos questionar: em nome de quem a notícia está sendo veiculada? Qual interesse está por trás dessa notícia? Há viés partidário no bojo ou por trás da matéria? Quem pode ser beneficiado com essa notícia? Quem pode ser prejudicado? A quem é endereçado o conteúdo? Com que finalidade? Há veracidade?
Buscar e analisar a fonte é o primeiro passo para se entender uma notícia.
              

O SENADO NOS ENVERGONHA

É vergonhoso e revoltante ser testemunha do corporativismo do Senado. Primeiro os interesses dos senadores que, embora eleitos pelo povo para representá-lo, não pensam nem um pouco em quem os elegeu. Os interesses do povo fica para último plano.

É bom que pensemos nisso diante das urnas em 2018. A única punição depende de nosso voto! Não reeleja corrupto!


NOMEAÇÃO DE FUNCIONÁRIOS FICHA LIMPA


            As secretarias do município devem ser preenchidas a partir de critérios que contemplem diversos aspectos, tais como a) ser ficha limpa com apresentação de certidão negativa criminal e eleitoral; b) ser habilitado tecnicamente para o cargo pleiteado; c) seleção para o cargo com período determinado até quando estiver cumprindo o papel de secretário adequadamente, para o povo, naquele período do mandato do prefeito eleito; d) apresentação de projeto para a referida pasta que possa cumprir as promessas de campanha do candidato majoritário.



- Por que os vampiros são contra o candidato que defende a seleção de funcionário ficha limpa e habilitado para o cargo?

- Porque selecionar funcionário ficha limpa dificulta combinar formas de desviar recursos do município. E selecionar profissional habilitado para o cargo, que tenha projeto, pode tirar a chance de empregar, beneficiar ou apadrinhar apoiadores de campanha e cabos eleitorais, que encabrestam eleitores.



PRESTAÇÃO DE CONTAS MENSALMENTE

Mensalmente, o gestor público tem de prestar contas dos gastos da prefeitura à sociedade.

O contribuinte merece respeito e precisa saber em que está sendo gasto o dinheiro de seus impostos pagos.

Esta prestação de contas deve ser impressa e divulgada na mídia local, com os gastos detalhados.



- Por que os vampiros são contra o candidato que defende a Prestação de Contas Mensalmente do dinheiro do erário?

        - Porque prestar contas ao povo torna uma administração transparente e deixa a população bem informada sobre os gastos da prefeitura e esta prestação de contas fornece dados suficientes para constatar possíveis gastos indevidos.



ORÇAMENTO PARTICIPATIVO



Sendo, o povo, o pagador de impostos que incidem em tudo que consome, até mesmo no que come, seria adequado e justo que este mesmo povo pudesse decidir em que o dinheiro público deve ser aplicado. O retorno social dos impostos tem de ser em forma de benefício para o povo e não para enriquecer gestores, familiares de gestores e financiadores de campanha.



                - Por que os vampiros são contra o candidato que defende Consulta Popular para execução de obras e são contra o Orçamento Participativo?

- Porque com o uso da Consulta Popular e do Orçamento Participativo, a população fica sabendo para onde vão os recursos do município. Assim sendo, o dinheiro fica mais difícil de ser desviado para favorecer os financiadores de campanha política.






CONSULTA POPULAR PARA EXECUÇÃO DE

OBRAS IMPORTANTES

É de costume os gestores públicos decidirem as obras que serão realizadas.

Não convocam uma audiência pública nem realizam pesquisa para saber se estas obras são importantes ou prioritárias para a população.

Muitas vezes, obras gigantescas com aporte financeiro astronômico só fazem despertar interesses de empresas inidôneas e de políticos inescrupulosos que visam interesses pessoais sem preocupação com as necessidades públicas.  

O povo tem de ser consultado. Exija!



VOTO CONSCIENTE PODE MUDAR O PAÍS
- Por que os vampiros eleitoreiros não aprovam o candidato que prega o voto consciente?

- Porque eleitor que vota consciente não vende o voto e não apoia o clientelismo, o financiamento de campanha, a corrupção, nem a negação dos direitos fundamentais do cidadão: saúde, segurança e educação.



Eleição não é negócio; candidato não é produto; eleitor não é mercadoria!


                Se eleição não é negócio, então não negocie seu voto; se candidato não é produto, se ele se vender, então não vote nele; se eleitor não é mercadoria, então não se venda nem se faça de Judas, vendendo o voto da sua família.


"O político que compra voto, ou roubou, ou ainda vai roubar!"  Dom Aloísio Lorscheider.


                                                  Resultado de imagem para imagem de alguém votando

A compra de voto é caracterizada por qualquer troca feita pelo seu voto: uma facilidade aqui, outra ali; um saco de cimento; um emprego; dinheiro, por pouco que seja, e assim por diante.

Deixar de votar num candidato, reconhecidamente bom, por achar que ele não vai ganhar é uma forma moral de vender o voto, além de ser desmoralização de si mesmo.

Se o candidato comprou seu voto, ele não tem mais obrigação de fazer benefícios para sua comunidade durante o exercício do mandato, porque ele já pagou o voto.
“Nada é impossível de mudar”.

               

Só não muda aquilo que a corrupção prevalece. Lembre-se: “o impossível reside nas mãos inertes daqueles que não tentam.”

Tente no voto, votando em nova ideologia e em nova forma de administrar.

Mudar a pessoa, mas não mudar a ideologia, não vai mudar a forma de administrar.

        

                      “A única luta que se perde é a luta que se abandona!”
 
Sempre que você for votar, releia este capítulo. Você vai crescer!


A força do povo contra a corrupção!



Esta é atualmente a única forma de mudança possível dos rumos políticos e administrativos do município.

O povo precisa dizer isso com o voto, o mais cedo possível, antes que seja tarde e chegue o dia de se alimentar de RATOS, GAFANHOTOS e INSETOS como já estão querendo muitos RATOS e INSETOS politiqueiros!
 
REVITALIZAÇÃO, LIMPEZA E DESPOLUIÇÃO DO RIACHO IPUÇABA (2012)



                A revitalização do riacho pode ser feita, além da sua perenização, com a construção de um canal, interligado com açudes e com o reflorestamento programado nas suas margens.

           A despoluição e a limpeza devem ser feitas desde as nascentes com fiscalização comunitária e cercas elétricas nas margens até a queda d’água.

         Além do reflorestamento, construir pequenos quiosques nas suas margens, com distanciamento legal, como troca de manutenção do riacho por parte dos cessionários.



PERENIZAÇÃO DA BICA (2012)

            As nascentes da Bica estão sendo maltratadas em diversos aspectos: desmatamento; queimadas; poluição de produtos de lavagem de roupas; lavagem pelas chuvas de produtos agrotóxicos; excessivo uso das águas para irrigação. Todos estes problemas poderiam ser resolvidos sem prejudicar a nenhum usuário.
O desmatamento, com reflorestamento de espécies nativas. As queimadas, com uso dos tratores solidários. A poluição, pelas lavagens de roupas, com a construção de lavanderias comunitárias e fossas sépticas. As embalagens dos agrotóxicos, com fiscalização e devolução dos recipientes aos vendedores, além do incentivo do cultivo de produtos orgânicos e em estufas. O uso das águas para a irrigação, com a construção de barragens integradas nos mananciais da serra com escoamento dos sangradouros para a perenização da Bica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores deste blog