terça-feira, 8 de setembro de 2015

PORTUGUÊS do DIA a DIA de A a Z - CRASE



● Acento grave (crase).

1) Usa-se o acento grave para indicar a contração de a + a (crase) em: à = a (prep0sição) + a (artigo ou pronome); àquela (s) = a (prep. + aquela (s); àquele (s) = a (prep.) + aquele (s); àquilo = a + aquilo.

2) Usa-se o acento grave para indicar locuções adverbiais formadas por preposição a + substantivo feminino explícito ou implícito; a + locuções conjuntivas com núcleo substantivo feminino e a + locuções prepositivas com núcleo substantivo feminino. Ex.:

a) à pressa; às pressas; à surdina; à risca; à noite; à tarde; à força; à fome; à procura de; à medida que; fomos à Floriano Peixoto (rua está implícita).  
● Prática para usar a crase em nome comum: troca-se o nome feminino na frase por um masculino, se aparecer AO, PARA O, DO, COM O, etc, emprega-se a crase. Ex.:

a) Vou à aula hoje. = Vou ao colégio hoje.
b) Entreguei o pacote à vizinha. = Entreguei o pacote para o vizinho.

● Prática para usar a crase em nome próprio: troca-se o verbo pelo verbo ESTAR, se aparecer NA, emprega-se a crase; ou pelo verbo VIR, se aparecer DA, emprega-se a crase. Ex.:

a) Fui à Argentina. = Estive na Argentina. = Vim da Argentina.
b) Fui a Recife. = Estive em Recife. = Vim de Recife. (não se usa crase, porque não apareceu NA nem DA).

Crase facultativa.

1) Antes de nomes próprios femininos e de pronome adjetivo possessivo feminino singular sem um vocábulo que os determine. Ex.:

a) Enviarei um telegrama à Marina. = Enviarei um telegrama a Marina.

b) Escrevi à minha mãe. = Escrevi a minha mãe.

ATENÇÃO: Enviarei um telegrama à Marina da Ceia Literária. Crase obrigatória, porque o vocábulo Marina está determinado por Ceia Literária.

● Crase proibida.

1) Antes de palavra masculina: falei a respeito de todos.
2) Antes de verbo: dormi a valer.
3) Antes de pronome pessoal: refiro-me a vocês.
4) Antes de pronome interrogativo: a que artista te referes?
5) Antes de pronome de tratamento: lembro a V.Sa...
6) Antes de pronome demonstrativo esta, essa: cheguei a esta conclusão: este livro está ótimo!
7) Antes do vocábulo casa (onde se mora): vou a casa mais cedo.
8) Antes de terra ≠ a bordo: Ele chegou a terra tão depressa que esqueceu a viagem de navio ≠ Os astronautas voltaram à Terra sãos e salvos (com crase).

3 comentários:

  1. Boa noite.

    Me chamo Rafael,por acaso este tipo de situação,tem crase A à Z ou A a Z ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando o antecedente é apenas preposição, não haverá crase. Logo, de A a Z sem crase. Grato

      Excluir
  2. Sim, pode ter crase. Exemplo: Português da letra A à Z.Veja que antes há da=de+a precedendo a palavra letra.

    ResponderExcluir

Seguidores deste blog