sexta-feira, 22 de maio de 2015

Português do dia a dia de A a Z - ABOLIR



abolir e seus análogos. Significa anular, suprimir. Conjuga-se abolir somente nas formas em que a terminação começa pela vogal -e ou pela vogal -i. Exemplos:

1) Ele abole os defeitos humanos. 
2) Abolimos o hábito de brigar.   

● Conjugação de abolir: O verbo abolir é defectivo nas formas em que ao -l se segue -a ou -o.
Presente do indicativo: tu aboles, ele(a) abole; nós abolimos, vós abolis, eles(as) abolem.
Pretérito imperfeito: eu abolia, tu abolias, ele(a) abolia, nós abolíamos, vós abolíeis, eles(as) aboliam.
Pretérito perfeito: eu aboli, tu aboliste, ele(a) aboliu, nós abolimos, vós abolistes, eles(as) aboliram.
Pretérito mais-que-perfeito: eu abolira, tu aboliras, ele(a) abolira, nós abolíramos, vós abolíreis, eles(as) aboliram.
Futuro do presente: eu abolirei, tu abolirás, ele(a) abolirá, nós aboliremos, vós abolireis,  eles(as) abolirão.
Futuro do pretérito: eu aboliria, tu abolirias, ele(a) aboliria, nós aboliríamos, vós aboliríeis, eles(as) aboliriam.
Imperativo afirmativo: abole tu, aboli vós.
Imperativo negativo: não há.
Presente do subjuntivo: não há.
Imperfeito do subjuntivo: se eu abolisse,  se tu abolisses, se ele(a) abolisse, se nós abolíssemos, se vós abolísseis, se eles(as) abolissem.
Futuro do subjuntivo: quando eu abolir, quando tu abolires, quando ele(a) abolir, quando nós abolirmos, quando vós abolirdes, quando eles(as) abolirem.
Infinitivo impessoal: abolir.
Infinitivo pessoal: abolir eu, abolires tu, abolir ele(a), abolirmos nós, abolirdes vós, abolirem eles(as).
Gerúndio: abolindo.
Particípio passado: abolido.

ATENÇÃO! Outros verbos como abolir: aborrir, aturdir, balir, banir, bramir, brandir, brunir, carpir, colorir, comedir-se, compungir, convir (no sentido de ser conveniente, ser útil, impessoalmente; em outro sentido, é integral a conjugação), cumprir, descomedir-se, desmedir-se, delinquir, delir, demolir, detergir, desjungir, disjungir, emergir, esculpir, exaurir (admite os particípios exaurido e exausto), explodir (admite-se: expludo, explodes, etc), expungir, extorquir, fremir, fruir, fulgir, fundir (alguns dizem: fundo, fundes, etc), ganir, grunhir, haurir, imergir, impingir, insculpir, injungir, jungir, languir, latir, monir (com o significado de admoestar, avisar. Não confundir com munir, que se usa em todas as pessoas), nitrir, poir ou puir (podemos escrever puis, pui, puímos, puís, puem; puia, puias, etc., (pronominal: puí-a, puí-as, etc., escreve-se com -u ou com -o, mas a pronúncia é a mesma), pruir, pungir, refulgir, retorquir (profere-se o -u. No infinitivo, frequentemente ele não é pronunciado), ruir, tinir, turgir, ungir, urgir, usufruir, zunir.