terça-feira, 24 de julho de 2018

O município de Ipu está na relação dos 66 municípios com emergência reconhecida pelo Governo Federal



Mais 26 municípios cearenses tiveram situação de emergência em decorrência da seca reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional. A portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil foi publicada na edição desta segunda-feira do Diário Oficial da União. Contabilizando, já são 66 municípios nesta situação reconhecida pelo Governo Federal.

Outros nove municípios cearenses se encontram em situação de emergência por estiagem ou seca decretada ou homologada pelo Governo do Estado do Ceará, à espera de reconhecimento pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil.
O reconhecimento permitirá que as prefeituras solicitem apoio do Governo Federal para ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais à população atingida. A portaria do Governo Federal tem vigência de 180 dias.
Municípios - Os municípios reconhecidos pelo Governo Federal nesta segunda-feira, são Acopiara, Assaré, Bela Cruz, Cedro, Chaval, Crateús, Crato, Groaíras, Hidrolândia, Icapuí, Icó, Iguatu, Independência, Ipu, Itapajé, Jaguaruana, Lavras da Mangabeira, Madalena, Missão Velha, Nova Olinda, Ocara, Parambu, Paramoti, Reriutaba, São Gonçalo do Amarante e Umirim.
Emergência - No caso da seca, antes de ter o reconhecimento do Governo Federal, é necessário a decretação da situação de emergência pelo governo municipal ou estadual com o fim de estabelecer uma situação jurídica especial para a execução das ações de assistência à população (Operação Carro-Pipa, por exemplo) e de restabelecimento do abastecimento d'água (obras e serviços como a instalação de sistemas simplificados de abastecimento e a montagem de adutoras de engate rápido). Fonte:Aconteceu Ipu.

Festa do Reencontro de Ipu 2019: a votação para escolha do Troféu Iracema e Comenda Monsenhor Moraes acontecerá em agosto.





Todos os anos a AFAI com base no artigo 49 do seu Estatuto, homenageia filhos e amigos do Ipu "que se destacaram nos aspectos, sócios - cultural e atividades afins, bem como a pessoas que prestaram relevantes serviços a esta Associação ou ao município de Ipu".

O processo de escolha se divide em duas etapas:
Na primeira etapa, membros da Diretoria da AFAI, indicam um nome para o Troféu e um nome para a Comenda.
No final das indicações, os nomes são analisados pelo Conselho de Ética da AFAI com base nas suas histórias e no que estabelece o Art.49°.
O Conselho de Ética seleciona através de votação entre seus membros mais o presidente da AFAI, quatro nomes elegíveis ao Troféu Iracema (em vida) e a Comenda Monsenhor Moraes (em memória). Depois de homologados, os nomes são submetidos a uma eleição com votos dados pelos filiados a AFAI.
Cada filiado (adimplente) vota em dois nomes para o Troféu Iracema e dois nomes para a Comenda Monsenhor Moraes.
Os dois mais votados em cada categoria, serão considerados eleitos. Havendo empate, terá segundo turno, apenas com os nomes que terminaram empatados.
A primeira etapa para as homenagens em 2019. foi encerrada ontem (dia 23.07.18) na reunião realizada pelo Conselho de Ética e homologados os seguintes nomes: 
Troféu Iracema: (ordem alfabética) Dona Branca, Fransquim Martins, José Osmar Ribeiro e Luis Pessoa Aragão.
Comenda Monsenhor Moraes: (ordem alfabética) Bertim Aragão, Iran Rocha, José Lopes Martins e Valdemar Ferreira.

A votação pelo filiado será iniciada no dia 1 de agosto de 2018 e encerrada no dia 15 de agosto de 2018.
O canal utilizado para votação será o e-mail oficial da AFAI - afaipu2@outlook.com. Os filiados receberão e-mails contendo as instruções sobre o pleito eleitoral.
*** Informações com a Diretoria da AFAI. Fonte:Aconteceu Ipu.

Seguidores deste blog